A Bíblia e os UFOS

A Bíblia e os UFOS

 

 

 

"Mas mais maior vantagem do Israel é que Deus deu-lhe o Torah, este precioso instrumento" com o qual ele criou o mundo."" .

 Maximes dos Pais.

 

 

A Bíblia é o best seller incontestado, é traduzida em 1900 de línguas e dialectos. Em 1985, 97% da população mundial tinha acesso ao Livro dos livros na sua língua materna. Explicar tal sucesso desafia a razão. No entanto a Bíblia o livro mais vendido ao mundo reside mal conhecido, numerosos lares possui um exemplar menos, mas a quanto pessoa dá-se a penalidade de ler-o realmente?

 

Abrir uma Bíblia haver tesouros, como é dito Psaume capítulo 119 versículo 18: "senhor, abre os meus olhos, de modo que contemple as maravilhas da tua lei". Quando tem-se a possibilidade de ser bibliste, mas também "ufologue", o campo que se abre para o investigador é imensos. Varrer o céu à procura de um fenómeno desconhecido não é a única maneira para encontrar-se em frente do estranha, abrir uma Bíblia e partir à procura do fenómeno OVNI através do texto, é uma maneira de subir o tempo e de varrer céus que sobem mais remoto ao passado, e que descubram!

 

O objecto deste artigo não é fazer a crítica histórica, da teologia, de apresentar Bíblia, existe centena de obras sobre estes assuntos no comércio. É fazer-vos viajar através do texto, à procura considerar estranhos, de criaturas insólitas, de observação de o que parece bem-estar um OVNI descrito em linguagem antiga. Então amigo leitor, proponho-vos que acompanhe-se à procura do fenómeno que nós interesse e de criaturas cuja natureza não é provavelmente humana.

 

 O Torah ou Pentateuque que a tradição atribui Moïse é compostos de 5 livros que são: - Génese - Êxodo - Lévitique - Número - Deutéronome Vamos explorar o livro da Génese. (A Bíblia empregada é o T.O.B. versão 1997)

 

1°) génese: A partir do poema da criação em Gn I, 21 encontram uma frase cujo conteúdo não terminou fazer falar de ele: - Deus criou os grandes monstros marinhos. As traduções podem variar de uma Bíblia ao outro, na versão de Ostervald de 1894 encontra-se: - Deus criou por conseguinte os grandes peixes. A Bíblia pléiade (1956) dá-nos a versão seguinte: - Elohim criou por conseguinte os grandes dragões. Não se trata mais de monstros marinhos! Do mesmo modo na Bíblia Chouraqui (1989) temos: - Elohîm cria os grandes crocodilos. Para saber à qual temos a fazer, devemos tomar a nossa Bíblia hébraïque e de olhar qual é a palavra empregada em hebreu. Ora esta palavra é tannînîm (µnynt) ele significa em hebreu dragão ou monstro marinho em primeira significado. Para Ezéchiel 29,3 tem o sentido de crocodilo, por Êxodo 7,9 o termo ao sentido de serpente. Com efeito temos um termo que é empregado em Génese scribe para descrever uma realidade outra, aquando da Criação. Trata-se de um saurien da pré-história? Onde a palavra para "dragão", de uma serpente de mar (que talvez um saurien aquático), o mistério continua a ser inteiro. Esta observação interessa aqui os cryptozoologues!

 

Agora mergulhos no mistério com o texto famoso de Gn VI 1 à 4: - Então os homens tinham começado a multiplicar-se sobre a superfície do solo e que raparigas seu tinham nascido, os fios de Deus transferem que as raparigas de homem eram bonitas e tomaram para mulheres os da sua escolha... Estes em dias, os gigantes eram de a terra e haviam ainda quando os fios de Deus vieram encontrar raparigas de homem e tiveram de elas das crianças. _ ser herói anteriormente, este homem reputação.

 

 Este texto é a relação de um contacto entre seres celestiais e a humanidade em tempos imemoráveis a coisa é possível. Eis para começar que diz a ciência exégétique bíblico a propósito de este texto. Em hebreu o termo de "fios de Deus" é "bné Elohim" que traduz bem "fios de Deus" de acordo com a teologia, não esquecem que Elohim é um plural nós deveria ter "fios dos Deus".

 

Esta tradução de "fios dos Deus" é literal, sem estar a ter em conta o aspecto théologique. Esta tradição de fios dos Deus vindos do céu, reencontra-se em textos phéniciens prébibliques, mas tão noutro lugar na Bíblia, Psaume 29,1; 89,7; Trabalho 1,6; 2,1; 38,7. Os fios dos Deus são potências cósmicas que os pagãos divinisaient e que o editor hebreu subordina ao Deus Vivo, muito atribuindo-lhes uma inteligência e uma força superior à do homem. Podemos ver aqui uma influência no facto de os soberanos orientais diziam-se "fios de Deus" ver por exemplo em 2 Samuel 7,14, Psaume 2,7 e 89,27.

 

 A palavra para "gigantes" em hebreu é Nephilim, esta palavra poderia derivar de nephilah "a queda"; outro sentido possível "os que caem". Esta interpretação é muito interessante para o assunto que interessa-nos. Deve dizer-se que estes "gigantes" vêm do céu onde caíram... A especulação está aberta amigo leitor.

 

 Quando Moïse enviou espions explorar a terra de Canaan, transferem seres grandes, os fios de Anaq, e pensaram ter a fazer a estes heróis fabulosos antes do Dilúvio, híbrido entre fios dos Deus e mulheres da terra... Numa perspectiva ufologique, podemos muito efectivamente dizer que os fios de Deus (ou Deus literalmente) são extraterrestres vindos dos céus que se acoplaram à mulheres humanas, e deram nascimento à uma raça fabulosa que os exploradores Moïse encontrarão atrasado bem e ao qual o grande David atacar-se-á na pessoa Goliath.

 

O texto bíblico apresenta Goliath como que tem 2,90 m de altura, originária da cidade de Gat ou perpetua-se a raça do Anaquim (fios de Anaq) eles mesmos descendentes do Nephilim de primeiros tempos. Para dar uma escala, Goliath levava um equipamento de bronze de um peso de 57 Kg e o único ferro da sua lança teria pesado 7 Kg! Os povos antigos tiveram histórias de gigantes, seria apenas os antigos Gregos com o Titans e outros Cyclopes.

 

 É a lembrança de seres reais, produzida de uma hibridação entre seres celestiais e terrestres, ou tem a fazer à legendas, dos mitos fundadores? Sabê-lo-emos sem dúvida nunca menos à de descobrir índices sérios durante escavações arqueológicas ao Médio Oriente. No próximo artigo, continuaremos a nossa exploração da Génese, que reservará ainda algumas surpresas de dimensão relativas ao fenómeno que interessa-nos e a hipótese extraterrestre.

 

Bibliografia:

 

- Dicionário da Bíblia por André- Marie Gérard, ED Robert Laffont Colecção Bouquins 1989

 

- Dicionário a da Bíblia e das religiões do livro, colectivo, ED Brepols 1985

 



05/11/2006
0 Poster un commentaire

A découvrir aussi


Inscrivez-vous au blog

Soyez prévenu par email des prochaines mises à jour

Rejoignez les 238 autres membres